Home > Destaque > Crueldade: Mulher é presa em Goiás suspeita de matar amante e usar sangue para deixar recado: “era ele ou eu”
(Foto: Polícia Civil / GO)

Crueldade: Mulher é presa em Goiás suspeita de matar amante e usar sangue para deixar recado: “era ele ou eu”

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 28 anos suspeita de matar o amante e usar o sangue dele para escrever “era ele ou eu”, na parede da residência da vítima, em Mineiros, região Sudoeste de Goiás.

O crime aconteceu no último dia 19 de agosto e a prisão foi efetuada na segunda-feira (29). A detida confessou o homicídio e segue no presídio da cidade.

Segundo a investigação, o corpo do homem foi encontrado por moradores em um lote baldio da região, sem qualquer documento. Após apuração pericial, ficou constatado que a vítima era um homem de 34 anos, identificado como F.D.S.

A equipe foi até a residência da vítima e encontrou manchas de sangue pelo chão da casa. Em uma das paredes da residência, havia o seguinte recado “era ele ou eu. Ia me matar”, escrito com o sangue do homem.

Durante as investigações, a Polícia descobriu que a vítima mantinha um relacionamento extraconjugal com um casal e identificou um homem, que negou o crime e apresentou um álibi que afastou a participação dele no homicídio.

Iniciou-se, então, a busca pela mulher com quem a vítima também se relacionava. Familiares informaram que a suspeita viajou para Camaçari, na Bahia, poucas horas após o crime. Diante das circunstâncias, foi solicitado o pedido de prisão preventiva da mulher, que passou a ser considerada foragida.

Depoimento da suspeita

A suspeita foi localizada, presa e encaminhada para a delegacia de Mineiros, onde teve o depoimento colhido. Para a polícia, ela contou que comprou um antidepressivo e colocou no suco do amante. Depois que ele adormeceu, a mulher o atingiu com uma facada no pescoço.

O homem chegou a acordar e implorou para que chamasse o Samu. Ao perceber quem era a autora do crime, tentou fugir. No entanto, devido ao ferimento, ele se desequilibrou e caiu no chão.

A suspeita ainda pegou um pedaço de madeira e atingiu diversas vezes a cabeça do homem, que morreu no local. A mulher usou o dedo da vítima para escrever o recado na parede. Em seguida, jogou o corpo no lote baldio.

Segundo a polícia, a alegação da autora de que sofreu ameaças do suspeito no dia do crime foi descartada devido à violência do crime. (fonte: mais goiás)

Após ser ouvida, a mulher foi encaminhada para a unidade prisional de Mineiros pelo crime de homicídio duplamente qualificado. Caso condenada, ela pode pegar em torno de 30 anos de prisão.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.