Home > Destaque > Em Goianira, Homem é assassinado após cobrar dívida de R$ 800
(Foto: arquivo pessoal)

Em Goianira, Homem é assassinado após cobrar dívida de R$ 800

MAIS GOIÁS – Um homem, de 48 anos, foi assassinado após cobrar uma dívida de R$ 800 de um conhecido, na cidade de Goianira, na região Metropolitana na capital. O crime ocorreu na porta de uma distribuidora de bebidas no Setor Lago Azul, na última sexta-feira (22). O suspeito do homicídio já foi identificado e é procurado pela Polícia Civil, que investiga o caso.

Ao Mais Goiás, uma sobrinha da vítima, identificada como Marcio Dorcil Ferreira, disse que o tio vendeu um carro para o autor do crime. De acordo com ela, o homem ainda precisava receber cerca de R$ 800 referente à negociação e cobrava a quantia por diversas vezes.

Na última sexta-feira (22), eles se encontraram na porta de uma distribuidora e houve uma nova cobrança quanto ao mencionado valor. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o suspeito e a vítima iniciam uma discussão verbal e trocaram socos. Em seguida, o autor desfere golpes de faca contra Marcio. O suspeito foge na sequência.

A vítima chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Goianira e transferida para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

O suspeito do crime já foi identificado. Equipes da Polícia Militar foram até a residência dele, mas não o encontraram. O homem é procurado.

Família pede justiça por homem assassinado após cobrar dívida em Goianira

À reportagem, a sobrinha de Márcio disse que espera que o autor do crime seja encontrado e que a Justiça seja feita.

“Meu tio não era bandido, era pai de família. Ele só estava cobrando uma dívida. Estamos sem entender como uma pessoa tira a vida de outra dessa maneira. Nossa família está desolada”, lamentou a mulher.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.