Home > Destaque > Mãe agride diretora da creche do filho com chineladas no rosto em Goiânia
Foto: Reprodução

Mãe agride diretora da creche do filho com chineladas no rosto em Goiânia

A mãe de um aluno do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Jardim Primavera é suspeita de agredir a diretora da creche com chineladas no rosto, em Goiânia (veja o vídeo acima). A agressão aconteceu nesta segunda-feira (29), segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME). A diretora e a mãe foram prestar depoimento na Polícia Civil.

O nome da mãe foi divulgado. Por isso, o g1 não localizou a defesa para se manifestar até a última atualização desta reportagem.

A Secretaria Municipal de Educação de Goiânia disse que repudia qualquer situação de violência e que ao tomar conhecimento do fato enviou uma equipe de apoio técnico e pedagógico ao Cmei Jardim Primavera (leia a íntegra ao final).

De acordo com a diretora, que preferiu não se identificar, as agressões começaram após a mulher levar o filho, de 3 anos, para a creche e a professora identificar que a criança estava com febre e pedir para levá-lo de volta para casa.

A mãe insistiu para que o menino ficasse na creche e a diretora não aceitou, seguindo os protocolos sanitários da SME contra a Covid-19. A partir daí, começou uma confusão.

No vídeo é possível ver que a mãe do aluno pega o chinelo que estava calçando e corre em direção à diretora quando percebeu a filmagem do momento. A mulher dá duas chineladas no rosto da docente.

Um homem entra na confusão e aparta a briga, mas a mãe volta a agredir a diretora. Assustados, os funcionários do Cmei pedem para alguém ligar para a polícia. Durante a filmagem, a mulher ameaça a diretora de morte.

Nota da Secretaria Municipal de Educação de Goiânia

Nota da A respeito das solicitações deste veículo de comunicação, a Secretaria Municipal de Educação (SME) informa o que se segue:

– A Rede Municipal de Ensino trabalha de forma permanente com uma política de cultura de paz e repudia qualquer situação de violência, seja contra servidores públicos ou estudantes.

– Ao tomar conhecimento do episódio, a SME Goiânia enviou imediatamente uma equipe de apoio técnico e pedagógico ao CMEI Jardim Primavera.

– Além disso, a pasta acionou uma equipe de mediação de conflitos para estabelecer diálogo e apoiar a direção da unidade educacional, que procurou o 22º Distrito Policial para registrar um boletim de ocorrência.

– O caso aconteceu nesta segunda-feira (29/8) após uma auxiliar de atividades educativas constatar alteração na temperatura e orientar a mãe a levar o filho matriculado no Cmei à uma unidade de saúde.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.